A Warren destaque Novidades

Sobre o novo

Quem tem mais de 30 anos sabe que o programa favorito de muitas famílias nas décadas de 1980 e 1990 era passar na locadora mais próxima, alugar fitas VHS e passar dias assistindo filmes. No final de semana era incrível, você alugava 3 fitas e pagava somente 2. Era tudo quase mágico, desde que você não esquecesse de devolvê-las rebobinadas, porque senão pagava multa.

Com o tempo passando, vieram os DVDs. Era uma nova experiência. A qualidade da imagem era melhor, você não precisava rebobinar, mas o hábito de ir até à locadora dava o mesmo prazer. Visualize comigo: você chegava lá e era um mar de DVDs à disposição – afinal, eles ocupavam menos lugares nas gôndolas.

Avançando mais no tempo vieram os canais especializados em filmes na TV fechada. Mais adiante, o streaming, que hoje é a experiência mais fantástica, já que você pode escolher o que vai assistir sem ter que sair de casa, com o controle remoto na mão e até usando pantufas.

Novas experiências surgem o tempo todo. Fazem parte da evolução da tecnologia, da nossa rotina, da sociedade. O novo não vem apenas para substituir o antigo, mas na maior parte do tempo para melhorar as nossas vidas.

O novo está em todos os âmbitos do dia. Quem diria que o disquete evoluiria para a nuvem? Que o fax se tornaria obsoleto? Que você não precisaria mais se preocupar se queimou alguma foto da sua máquina fotográfica?

1200aa.png

O novo não vem avassalador para apagar hábitos, ele chega para adicionar à nossa vivência experiências melhores. No mercado de investimentos é a mesma coisa. Em 1860, a Poupança era uma ótima opção para guardar dinheiro. Surgiram os bancos com a pompa das grandes sedes, com o gerente oferecendo café em troca de um bom papo, com os produtos limitados a dar um tantinho de rentabilidade. E isso era ótimo.

Depois surgiram as corretoras tradicionais. Gerentes deram lugares aos assessores, plataformas modernas e mais produtos para as pessoas investirem o seu patrimônio. Uma nova experiência, melhor que nos bancos, mas ainda cheia de caixas pretas, como alto custo de taxas, limitação na acessibilidade aos investimentos e um questionável alinhamento com o cliente.

O novo é evolução. E o mercado de investimentos precisava disso.
A Warren surgiu com essa proposta: de ser a evolução. Não para apagar tudo o que você já viveu com investimentos, mas para oferecer uma experiência melhor e mais adequada à vida de quem quer mais e merece mais do seu dinheiro. Com o melhor: ser a primeira corretora do país 100% alinhada com os clientes.

O streaming não mudou o seu gosto por assistir filmes.
A nuvem não mudou a sua necessidade de guardar suas informações em um local seguro.
A câmera do celular não diminuiu sua vontade de registrar suas viagens.
Eles apenas mudaram para melhor a sua experiência.

Por isso, a Warren é o novo.
É a evolução do mercado de investimentos.

A partir de hoje, você vai começar a ver a Warren na TV fechada, no intervalo dos seus programas favoritos. E pode se sentir orgulhoso: você faz parte da história do jeito novo de investir bem:

Não faz parte ainda? Então comece agora!

%d blogueiros gostam disto: