A Warren Destaques Finanças pessoais investimentos

Por que lidar com ganhos e perdas é tão complexo

Dois psicólogos, Daniel Kahneman e Amos Tversky, reintroduziram na economia os aspectos comportamentais com a Teoria das Perspectivas, em 1979, e, depois de anos, conseguiram compreender como os processos de decisão ocorrem.

A Economia é uma ciência social. No início, foram frequentes os insights sobre o comportamento humano. Dois psicólogos, Daniel Kahneman e Amos Tversky, reintroduziram na economia os aspectos comportamentais com a Teoria das Perspectivas, em 1979, e, depois de anos, conseguiram compreender como os processos de decisão ocorrem.

Vou apresentar um dos vieses constatados, o de aversão à perda quando buscamos ganhos.

É claro que ninguém gosta de perder, nenhuma novidade até aí. Porém, muitas das opções que enfrentamos na vida são “mistas”: uma oportunidade para ganho vem com um risco embutido, e devemos decidir se aceitamos ou não o pacote completo.

O que você prefere?

A. Decidir na sorte. Se der cara, você ganha R$ 100, se der coroa, não ganha nada.

B. Ganhar R$ 46 com certeza.

Quem toma decisões baseadas no retorno esperado, tende a escolher a opção A. Faríamos a conta do valor esperado, ponderado pelas probabilidades, e jogaríamos a moeda. No caso que apresentamos, a probabilidade de cara ou coroa, em uma moeda honesta, é de 50%. Portanto, o valor esperado é de R$ 50. Mas nem sempre tomamos decisões assim e a maioria acaba escolhendo a opção B.

Como observa Kahneman, um tomador de decisões avesso ao risco escolherá uma coisa segura, ainda que menor do que o valor esperado e, na prática, pagará o preço. Neste caso, de R$ 4, para evitar a incerteza.

Temos aversão a perdas quando buscamos ganhos e preferimos o bom e seguro ao melhor, porém incerto.

E se lhe propusessem jogar uma moeda:

se der “cara”, você perde R$ 100.

se der “coroa”, ganha R$ 150.

Você a aceitaria?

Como lidamos com ganhos e perdas? Perder 1% e ganhar 1% são eventos sentidos na mesma intensidade?

Para a maioria das pessoas, a proposta não é muito atraente. Embora a relação apenas numérica entre as duas possibilidades seja vantajosa, quando os componentes emocionais entram em jogo, o risco de perder conta mais do que a chance ganhar. Ou seja, ganhar 1 e perder 1 não são equivalentes. Para a maioria, o medo de perder R$ 100 é mais intenso do que a esperança de ganhar R$ 150.

Você pode medir sua aversão a perdas fazendo a si mesmo uma pergunta: qual é o menor ganho de que eu preciso para correr o risco de perder R$ 100? Para muitas pessoas, a resposta é cerca de R$ 200, o dobro da perda. A razão de aversão à perda foi estimada em diversos experimentos e, normalmente, fica na faixa de 1,5 a 2,5.

Os tomadores de risco profissionais, que atuam nos mercados financeiros, são mais tolerantes a perdas, provavelmente porque não respondem emocionalmente a qualquer flutuação. Quando participantes em um experimento foram instruídos a “pensar como um investidor”, mostraram-se menos avessos a perder. Suas reações às perdas foram significativamente reduzidas.

O que você pode fazer para amenizar o seu pavor ao risco:

Evite conferir cotações com frequência excessiva, especialmente as dos investimentos de longo prazo. Lembre-se: perdas equivalentes a ganhos são sentidas como duas vezes mais fortes. Isso é tortura na certa para quem investe em ações ou fundos multimercados.

Na Warren, você pode conferir sempre que quiser os retornos de sua carteira e objetivos, e mantemos assim para oferecer aos nossos clientes o máximo de transparência. Mas lembre-se de evitar o excesso. Isso vai melhorar sua vida emocional, suas decisões e seus resultados.

thomaznews

Não se apegue às notícias negativas. Além de ser uma tendência dos noticiários só mostrar tragédia, isso aumenta sua aversão ao risco mais do que o razoável. Também veja ganhos e perdas de maneira isolada. Veja sua carteira administrada como um todo. Não importa se alguns investimentos foram mal se sua carteira está com o resultado total no alvo.

 

0 comentário em “Por que lidar com ganhos e perdas é tão complexo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: