A Warren Destaques investimentos

Como a Warren diversifica os seus investimentos

Ter um bom portfólio de investimentos é muito mais do que simplesmente separar seu dinheiro em cestas diferentes. A alocação do seu patrimônio afeta mais do que apenas a segurança do dinheiro que você investe.

Todo mundo que dedicou algum tempo a ler sobre investimentos deve estar familiarizado com a boa história de jamais colocar todos os ovos na mesma cesta. Principalmente quando se trata de renda variável. “Jamais compre ações de uma única empresa”, “jamais dependa de um único ativo” são frases comum nas receitas mais básicas de investimento.

Mas ter um bom portfólio de investimentos é muito mais do que simplesmente separar seu dinheiro em cestas diferentes. A alocação do seu patrimônio afeta mais do que apenas a segurança do dinheiro que você investe.

Aliás, só diversificar nem sempre vai garantir investimentos seguros. Por isso, é importante contar com investimentos em diferentes tipos de ativo. Por exemplo: um portfólio com ações de diferentes empresas é mais seguro do que um portfólio com ações de apenas uma empresa. Mas é menos seguro do que um portfólio que conta também com títulos públicos, por exemplo.

Para você entender um pouco do trabalho que a Warren faz, todos os dias, para que seu dinheiro renda com segurança, aqui vão algumas informações sobre a diversificação dos investimentos.

Investimento é (ou deveria ser) sempre uma forma de proteger seu dinheiro

Em 1994, com R$ 1 você podia comprar 2 litros de gasolina, ou 4 cafezinhos de padaria, ou e até um guaraná de 2 litros. Com R$ 7 você comprava 1kg de filé mignon e, com R$ 50, se você tivesse um fusca, poderia trocar a metade dos pneus. De lá para cá, muita coisa mudou e hoje você precisa de muito mais dinheiro para comprar qualquer um desses itens.

Mesmo em economias mais estáveis e com inflação menor, o dinheiro tende a se desvalorizar com o tempo. O ideal é que o dinheiro que você guarda esteja rendendo. Só para se ter uma ideia de como o rendimento é importante, de janeiro de 2009 até julho de 2017, o rendimento da poupança foi inferior à inflação. Quem aplicou na poupança durante o período, por considerá-la um investimento seguro, viu seu patrimônio diminuir.

Leia mais: Como a poupança se tornou um produto ruim?

Segurança x Rentabilidade

Para que seu dinheiro renda, ele não pode estar, de fato, guardado. É claro que você pode guardá-lo de verdade, deixando-o dentro do colchão ou embaixo de uma tábua solta no piso. Mas para fazê-lo render você precisa emprestá-lo para quem o use e pague por isso.

As opções são muitas. Você pode emprestá-lo para o governo, para um banco ou diretamente para uma empresa.

Quanto mais seguro for o investimento, menos ele vai render. Quanto mais arriscado, mais promessa de retorno você precisa. Afinal, você não vai correr riscos para ganhar a mesma coisa que você pode ganhar sem preocupação, não é?

Essa é uma das razões pelas quais a poupança é um investimento tão ruim. Os títulos públicos, instrumentos pelos quais você empresta seu dinheiro diretamente ao governo, são ainda mais seguros e rendem mais do que a poupança.

Leia mais: quer saber como investir em títulos públicos?

Liquidez

Outro fator que precisa ser levado em conta ao investir é a liquidez. O tempo de liquidez é o tempo que você precisa para transformar seu patrimônio em dinheiro. Imagine que você invista num terreno. Você comprou o imóvel, planejando construir uma casa, mas sofre algum imprevisto que faz com que você precise do dinheiro imediatamente. Talvez você encontre dificuldades para vender o terreno tão rápido. Ou precise vendê-lo a um preço muito inferior.

Há investimentos que em troca de um empréstimo mais longo oferecem taxas melhores. Um bom exemplo desses produtos são os Certificados de Depósitos Bancários. Os famosos CDBs. Estes certificados são tão seguros quanto a poupança, pois contam com as mesmas garantias do Fundo Garantidor de Crédito. Mas como os CDBs têm prazos pré-estipulados de vencimento, você consegue contratar uma taxa mais vantajosa.

Leia mais: O que são CDBs?

Diversificação é ter um portfólio balanceado

Quando você cria um objetivo na Warren, seu perfil, seu investimento e os prazos de sua meta são levados em conta para a sugestão do portfólio.

O mais conservador e seguro aloca 100% do dinheiro em renda fixa. Nossos fundos de renda fixa são administrados por uma equipe que seleciona os melhores produtos disponíveis do mercado, fazendo um balanceamento cuidadoso para que os clientes possam contar com a melhor rentabilidade e o menor nível de risco.

O mais arrojado, conta com 62% de renda fixa e 38% de renda variável. Estes 38% ficam distribuídos em dois fundos diferentes: um que com ações de empresas americanas, como Google, Netflix e Coca-Cola; outro com ações de empresas brasileiras, como Gerdau e Magazine Luiza.

Você também pode editar sua alocação, caso ache que nossa sugestão está arrojada ou conservadora demais para você. São 5 níveis de segurança com as respectivas projeções de ganho nos melhores e piores cenários possíveis. E se você quiser um portfólio com uma liquidez um pouco menor (17 dias para o resgate) e uma possibilidade de ganho mais turbinada, também pode contar com nosso fundo multimercado, o Omaha.

Além das alocações sugeridas, você pode usar nossa ferramenta de edição avançada e estabelecer a alocação que você quiser.

Diversificação de investimentos é uma arte

Com diferentes produtos de investimento na sua carteira, ao longo do tempo a alocação tende a mudar. Se você investir 100 reais no portfólio mais arrojado, ao término de um mês os fundos de ações, que tendem a render mais, terão um peso maior na sua carteira de investimentos. Para mantê-la na alocação escolhida, a Warren cuida para que seu próximo depósito restabeleça a proporção entre renda fixa e renda variável. Assim, seus investimentos ficam sempre alinhados com seu perfil e suas perspectivas.

Wrn_Youtube3

Diversificação eficaz e autonomia para o cliente

Os diferentes fundos da Warren contam com os melhores produtos do mercado, selecionados para oferecer segurança e performance. Nosso fundo de Títulos públicos, por exemplo, conta com títulos de diferentes prazos e taxas, o que garante aos nossos investidores liquidez imediata, segurança e bom rendimento.

Ao investir seu dinheiro na Warren, nossa plataforma também trabalha para que os rendimentos e os novos depósitos mantenham a alocação ideal para seu objetivo. Você também conta com ferramentas de edição avançada, caso queira escolher produtos e alocações diferentes das oferecidas.

Mas pode sempre deixar o trabalho para Warren e ir curtir a vida. Comece agora!

 

0 comentário em “Como a Warren diversifica os seus investimentos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: