investimentos

Por que a bolsa caiu depois da entrega do texto da reforma da Previdência?

Depois de meses de espera, o governo entregou ao Congresso Nacional a proposta de emenda constitucional da reforma da Previdência. A quarta-feira (20) começou com uma bolsa feliz da vida, subindo bem, e chegou muito perto de alcançar o seu patamar histórico.

Depois de meses de espera, o governo entregou ao Congresso Nacional a proposta de emenda constitucional da reforma da Previdência. A quarta-feira (20) começou com uma bolsa feliz da vida, subindo bem, e chegou muito perto de alcançar o seu patamar histórico.

Porém, com o passar do dia, o comportamento do Ibovespa foi o oposto do que muitos investidores esperavam. O índice norteador da bolsa brasileira fechou a quarta-feira em queda de 1,14%, aos 96.544 pontos.

Leia mais: bolsa em queda é problema ou oportunidade?

Mas qual foi o motivo? O mercado não estava otimista?

Desde janeiro, a equipe econômica liderada por Paulo Guedes já dava alguns indícios sobre o conteúdo da nova proposta. Como as especulações eram, em sua maioria, positivas aos olhos dos investidores, o Ibovespa refletiu esse otimismo com um mês de janeiro com alta de mais de 10%.

Com a entrega da PEC e a divulgação do conteúdo da nova reforma, o mercado não viu grandes mudanças em relação ao que se era esperado – talvez com exceção a ausência dos militares nesta versão do texto. Por isso, o que aconteceu foi o famoso “sobe no boato e cai no fato”.

previdencia

Essa expressão, muito usada nas operações de bolsa, explica literalmente o que ocorreu nesta quarta-feira. Quando o mercado gera expectativas em relação a algo, começam os boatos. A qualquer sinalização de que esse boato é positivo e que ele vai se concretizar, os investidores passam a comprar mais ações, o que leva o Ibovespa pra cima.

Leia mais: como se aposentar sem depender do INSS?

Com o fato efetivado, os investidores passam a realizar os ganhos da alta e começam a vender as ações. Daí vem a queda momentânea. Agora, as apostas começam a circular em torno da capacidade do governo em fazer com que a proposta passe intacta pelo Congresso Nacional. E assim, surge mais um ciclo de especulações, que deve movimentar bastante os pregões nas próximas semanas.

Mas você, investidor inteligente, não precisa se preocupar com isso, pois a volatilidade é natural na bolsa de valores desde que o mundo é mundo. O fato das coisas funcionarem assim é justamente o que dá mais emoção ao investir em ações. Por isso, lembre-se sempre: o sobe e desce no curto prazo não deve ser levado em consideração quando o investimento é de longo prazo e quando a ideia é acumular um maior patrimônio.

Basta olhar a curva do Ibovespa no longo prazo que ela vai mostrar exatamente o porquê.

Quer investir nas bolsas brasileira e americana? Comece agora!

0 comentário em “Por que a bolsa caiu depois da entrega do texto da reforma da Previdência?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: